quarta-feira, março 12, 2008

Da mamografia à mamotomia - um relato pessoal

AVISO (incluído em 10/4/09)
__________________________________________________________________________________

Caro visitante que chegou aqui por meio do amigo google,

Advertências:

1) Este não é um blog de ajuda.
2) Nesta postagem você não encontrará informações técnicas sobre o exame, nem talvez os detalhes que procure ou queira saber.
3) Este é apenas o relato de minha história. Seu propósito não é esclarecer ninguém que vá fazer o exame, é apenas o de compartilhar uma experiência.
4) Quem desejar informações sobre mamotomia deve perguntar a seu médico assistente, à clínica em que fará o exame ou procurar em sites especializados.

Atenciosamente,
Juliana.

p.s: Se continuar a leitura e se aborrecer, não adianta reclamar ao autor. Assuma o risco.

____________________________________________________________________________________



Tenho andado meio retraída, subtraída. Há dias não consigo escrever. Já comecei vários textos. Interrompi-os todos. Não sei se tem a ver com a lua, com o meu ciclo de energia ondulatório, com a maré (do lago Paranoá). O fato é que desde que me submeti a um raio de um exame que não me conformo de ter feito, me sinto alterada. Vou contar pela segunda vez a minha história e ver se isso me tranquiliza de alguma forma e muda o meu astral, numa espécie de cura pelo desabafo! :-)

Ano passado fiz minha primeira mamografia, a chamada "de base" - a que era para ser normal e servir de padrão comparativo para as próximas. Pena que o final não foi bem assim. Fui chamada para complementar o exame (ao chegar lá, a técnica me falou 'não se preocupe, isso é normal'. Eu nem tinha perguntado nada! Eu nem estava preocupada! Só a partir do comentário dela!). No exame apareceram "microcalcificações". Nem pensei que qualquer coisa "micro" pudesse gerar tanto alvoroço. Foram classificadas como Bi-Rads-3. Ou seja, havia uma pequeniníssima chance de serem malignas. Por isso fui encaminhada para um mastologista. Pacientemente, fui.

Normalmente a conduta nesses casos é aguardar 6 meses e repetir a mamografia, mas por algumas questões - histórico familiar com alguns relatos distantes, desejo de engravidar em breve, desencargo de consciência (consciência de quem? seria a minha pergunta em breve), a médica achou conveniente solicitar uma mamotomia (mais um nome para adicionar ao meu dicionário de procedimentos médicos esdrúxulos a que venho sendo submetida ao longo dos últimos anos).

Sobre o exame, ela me informou que eu deitaria numa maca, minha mama seria comprimida como no exame da mamografia, levaria uma anestesia local, haveria uma pequena incisão de alguns milímetros (que nem deixaria cicatriz!) e por sucção poderiam se obter os pequenos fragmentos para biópsia. Em seguida eles fariam um curativo compressivo e pronto.

A Mamotomia
No site, por exemplo, do Instituto do Câncer do Ceará - , podemos obter as seguintes informações sobre o procedimento:

"Mais segurança, menos cirurgia

A Mamotomia é um Sistema de Biópsia de Mama minimamente invasivo que alia em uma sonda especial um cortador tecidual rotativo de alta velocidade e um aspirador controlado por computador responsável pela fixação da lesão à fenda de corte e o transporte dos fragmentos seccionado até a bandeja de coleta.

O Procedimento é realizado em regime ambulatorial, sob anestesia local, com preparo mínimo. Uma pequena incisão permite a inserção mamária da sonda. Com uma única inserção é possível a biópsia completa da lesão, com ressecção de mútiplos fragmentos. Não há necessidade de sutura e a cicatriz é mínima.

A mamotomia fornece amostras teciduais de excelente qualidade, comparáveis às obtidas por cirurgia aberta. O sistema quando comparado com as biópsias por agulhas tradicionais acionadas por mola gera amostras 08 vezes maiores. A sensibilidade da mamotomia é 03 vezes maior que a biópsia por agulha tradicional e iguala-se a biópsia cirúrgica aberta no câncer em fase inicial."


Acho que posso dizer que foi com esse mesmo positivismo que o exame me foi indicado. Ressaltem-se as expressões "minimamente invasivo", "regime ambulatorial", "preparo mínimo", "pequena incisão", "cicatriz mínima" em contraposição a "cortador de alta velocidade", "múltiplos fragmentos", "amostras de excelente qualidade", "8 vezes maiores", "sensibilidade 3 vezes maior".

Infelizmente, essa não foi a minha impressão!!!

A Mamotomia, por mim
Marquei meu exame. Fui orientada a levar os exames anteriores, ir de blusa folgada e levar um acompanhante, pois não poderia dirigir na saída.

Chego para o exame com a antecedência recomendada. Aguardo, preencho meu cadastro, sou chamada, entro na sala. Ao entrar, o médico me pergunta imediatamente e com certa surpresa, 'quantos anos você tem??" 35. 'Ah, parece menos" "Coisa boa de se ouvir", brinquei.

Me deram o avental com abertura frontal para vestir, me disseram para deitar com a mama a ser examinada no orifício da maca, que seria elevada (e eu ficaria em posição similar a dos carros quando vão fazer troca de óleo na oficina) para o médico efetuar os procedimentos por baixo. Não sei se foi neste instante ou quando tive minha mama fortemente comprimida, ficando presa como uma vaca leiteira pela teta e sentindo forte dor, começou a me dar um pânico e uma vontade de sair dali correndo. Achei que pareceria louca ao fazer isso, pensei em tantas pessoas que conseguem suportar tantas dores, os motivos que me levaram a estar ali e fiquei.

A compressão contínua que é feita na mama é MUUUIIITO dolorosa (me senti numa cela do DOPS). O constrangimento que se sente com o exame é muuuitto grande. A raiva de não ter sido devidamente orientada sobre a quantidade de desconforto que eu sentiria foi MUUIIIITA. Mas ela seria ainda maior quando, ao final (que durou dez minutos além do prazo, pois tive que continuar sendo "comprimida" para estancar uma hemorragia causada por uma perfuração em um "vasinho importante"), após ser libertada da maca de tortura, fui informada que eu teria 5 dias de atestado médico, poderia sentir dificuldade de movimentar o braço e não poderia fazer exercícios por 20 dias ("Isso é uma biópsia, ora!" me disse o médico, após o meu estranhamento). Chorei à beça após o exame - de dor e de raiva.

Passei dois dias sem conseguir elevar os braços. Nesse período, meu marido teve que lavar meu cabelo, não podia fazer nada que me requeresse as duas mãos. Somente três dias depois do exame, é que consegui sentar para digitar. Não somente pela impossibilidade física, mas pela falta de condições emocionais. Até hoje, passado quase um mês, ainda sinto uma incômodo no local, que piora em alguns momentos. E o que me deixou indignada foi que: nada disso me foi informado antes!!! Me senti enganada. Parecia que meu corpo tinha sido violentado.

Se eu soubesse EXATAMENTE tudo o que me esperava, teria outros elementos para tomar minha decisão. Sabendo exatamente como era, eu esperaria os 6 meses (com a MINHA consciência bem tranqüila!). Para os MEUS parâmetros, o exame é sim MUITO invasivo. Pode ter evoluído bastante da biópsia convencional, pode ter evitado o centro cirúrgico e deve, sim, ser indicado para pessoas que tenham lesões bastante suspeitas e que poderão evitar um procedimento ainda mais invasivo. Não uma pessoa jovem, que possa esperar para comparar por mamografia e possivelmente se verificar que eram lesões benignas, fisiológicas, decorrentes da passagem do tempo, da gravidez, da amamentação...(como dias depois, após o resultado, foi constatado).

E aí neste ponto é que nos perguntamos dos 'efeitos colaterais' da própria mamografia. Ela foi pensada para se detectar precocemente lesões malignas. Mas acaba que se detectam também lesões benignas que acabam gerando dúvidas e outros procedimentos médicos, muitas vezes desnecessários. Então me pergunto - até que ponto vale a pena fazer este exame aos 35 anos??

Não vou entrar aqui na questão da medicalização da saúde e da sociedade, da cultura do intervencionismo, do custo da medicina, isso dá muito pano para manga. Mas quero falar do DIREITO À INFORMAÇÃO.

Acredito firmemente no MEU direito de tomar decisões que digam respeito ao MEU corpo com base em INFORMAÇÕES COMPLETAS E CONFIÁVEIS. Não é possível que nos sejam passadas APENAS as informações convenientes. Não é possível que os resultados de pesquisas circulem apenas em meio restrito e em um vocabulário ininteligível para os reles mortais. Não dá!!


Nota da autora: Diante de comentários vários que foram deixados aqui, escrevi posteriormente outra mensagem sobre o assunto. Se tiver interesse, clique aqui.

64 comentários:

Leticia disse...

Juliana, não te conheço (pessoalmente) mas venho acompanhando seu blog! Nossa que triste essa sua história. Por um lado eu sinto muito por ter sido assim tão doloroso tanto fisicamente quanto emocionalmente, mas por outro lado aliviada por não ser nada. Pra mim foi muito importante ler o seu relato sobre o exame, assim como acho ser importante para outras mulheres.

Espero que você consiga melhorar logo, um forte abraço, Letícia

Keiko disse...

Sabe que esta é uma vantagem do sistema médico um tanto quanto falho daqui...este tipo de procedimento provavelmente jamais teria sido requisitado...

De qualquer forma, asisti uma palestra de um estudo recento que comprova que a ressonância magnética é cerca de 80% (!) mais precisa na identificação precoce de um câncer de mama do que a mamografia, avise pro seu médico e peça uma da próxima vez!

Beijinho,
Keiko

Luiza Helena disse...

Imagino o seu sofrimento, que dor!
Porém, fico feliz por saber que era benigno, Graças a Deus!
Tudo de bom!

Flávia disse...

Amiga,

Ainda bem que você fala a verdade. Nada de eufemismos. Espero que você nunca mais preciso passar por isso. Entendo a sua raiva.

Beijinho.

Mariana disse...

Nossa, Ju. Nao sabia que voce tinha passado por tanto sofrimento. Ainda bem que tudo, tirando o trauma, acabou bem. Que sirva de experiencia para outras mulheres.
BEijos da prima, Mariana

gisele mattos disse...

Olá Juliana, Hoje recebi meu pedido de exame de mamotomia guiada por estereotaxia...Trabalho em hospital ha 20 anos e ainda não sabia do que se tratava...Estou procurando informações e encontrei seu blog...Acredite estou apavorada!!
Eu que ja classifico a mamografia como uma agressão física, estou com muito receio de fazer este exame.
Tenho 38 anos e um filho de 14, portanto, vou pensar um pouco ainda a esse respeito. Gostei muito da dica da Keiko...bem lembrado.
Obrigada pelas informações.
Abraços.
Gisele.

Vanessa Franco disse...

Bom dia,

meu nome é Vanessa, tenho 27 e já fui submetida a um procedimentos cirúrgico por conta de um nódulo mamário. Faço mestrado focado na descoberta de genes que possam predizer, o quanto antes a, probabilidade de uma mulher desenvolver câncer nas mamas. Meu trabalho é realizado com amostras obtidas a partir de mamotomia. Infelizamente o profissional que cuida de vc Juliana, está despreparado quanto ao tipo de informação que um paciente deve receber antes de ser submetido a qualquer procedimento médico, seja ele cirúrgico ou ambulatorial. Já acompanhei centenas de mamotomias... em alguns casos ocorrem realmente rupturas de vasos, causando sangramento e hematomas. Mas a maioria dos exames, é realizada de maneira tranquila. O repouso é sim necessário, assim como a não prática de exercícios físicos alguns dias após, afinal o procedimento é invasivo. Um pena sua experiência ter sido tão traumática, mas espero que outras pacientes não tenham isso como regra, pois a mamotomia pode sim avaliar e predizer muita coisa. Afinal, nessa droga de doença, ainda há muita coisa a ser descoberta, quando mais estudamos, mais temos que estudar... Cada nova descoberta, abre um leque de novas possibilidades e vias metabólicas que deixam qualquer pesquisador louco. Idade, expressão de genes, história familial, hj apenas ajudam no prognóstico. Já vi meninas de 23 anos que íam colocar prótese de silicone com câncer maligno...
Então, mulheres, não podemos nos inspirar em experiências ruins, cada caso e um caso. Perguntem tudo a seus médicos, tirem dúvidas mas decidam com responsabilidade, pois a mamotomia é sim uma poderosa arma no diagnóstico precoce de lesões mamárias... e ainda bem se o resultado for apenas uma alteração benigna resultante de alterações hormonais.
Vanessa Franco

Anônimo disse...

Oi Juliana,
Entendo sua revolta com seus exames e achei ate divertido ler sua estoria. Mas gostaria de relatar o que aconteceu comigo. Fiz o mesmo exame, mamotomia, na Inglaterra ha 1 ano atras. Tenho 35anos tambem, foi muito desconfortavel e dolorido tambem, porem ao contrario do seu resultado, foi constatado cancer de mama.
O exame foi crucial para que os medicos chegassem ao resultado. Em uma semana tive uma cirurgia, passei por 8 meses de quimioterapia e mais 2 meses de radioterapia. No fim das contas a dor da mamotomia parecia ate uma bobagem.
Tudo depende do ponto de vista de onde voce esta. Acho todos os exames validos e cabe aos medicos decidir o que e' que tem que ser feito.
Com cancer nao se brinca.
Grande abraco.
Sabris

Juliana disse...

Oi Vanessa! Oi Sabris!

Obrigada pelos seus comentários! Por causa deles até resolvi escrever um outro post sobre o assunto, pois fiquei preocupada de ser mal-interpretada. Não estou fazendo campanha contra a mamotomia e conheço seus benefícios, é muito importante que isso fique claro. Só acho que ela não ajudou no meu caso, pelo contrário. E a minha raiva é porque eu, especificamente, poderia ter tomado outra decisão se estivesse melhor embasada. E não acho que isso tenha acontecido por despreparo do médico, mas por excesso de zelo. E tanto um como outro podem levar a prejuízos para os pacientes.

Sabris, sua história é emocionante. Que maravilha que você conseguiu fazer um diagnóstico precoce e que isso te possibilitou uma intervenção rápida e eficaz. Que bom que o tratamento foi exitoso e agora está bem! Puxa, que alívio!!

Infelizmente, seu caso não é isolado e cada vez temos mais mulheres jovens passando por essa situação. Portanto, seu depoimento é um alerta importante. Torço para que você já esteja se sentindo bem e que essa história seja sempre parte do seu passado.

Vanessa, parabéns pelo trabalho e pela empolgação e paixão que demonstra por ele!! Compartilho do seu otimismo e espero que cada vez mais tenhamos mais possibilidades de antever e, quem sabe, num futuro próximo, até prevenir essa doença!

Abraços, Juliana.

Silvana disse...

Olá, também nunca tive conhecimento desse tipo de exame até a minha médica pedir e me deparar com muita gente no convênio"inclusive um médico" não saber do que se trata.
Tenho que fazer, mas estou sabendo que dói, de 0 a 10 dói 7 como disse minha médica, mas estou na boa e vou fazer mesmo assim, pois antes descobrir algo em tempo de ser tratado do que tarde demais.
Sei como é constrangedor tudo o que passou, mas não pense do lado negativo, pense que o seu médico optou por um exame para tirar toda dúvida, e embora voce seja nova, essa doença não vê cara nem idade.
Agora, quando voce tiver uma indicação de procedimento, faça como eu, vá para a internet e tire suas dúvidas, ou marque em um papel e fale para seu médico te explicar, não tenha vergonha, é seu direito.
Quanto mais preparada tiver menos sofrimento passará.
Um grande abraço e espero ter a mesma sorte que voce quanto ao resultado do meu exame.

Silvana São Paulo

Anônimo disse...

Oi Juliana, eu estava procurando informações sobre mamotomia e encontrei o seu comentário. Eu vou fazer esse procedimento segunda feira e estou preocupada, com a dor, com o fato de ter que parar todas as minhas atividades e ainda mais com o resultado, espero que ter a mesma sorte que você. Eu já passei por duas cirurgias para tirar microcalcificações. O meu médico disse que eu não seria afastada das minhas atividades, mas lendo o que acontece agora já sei que preciso parar com tudo, inclusive dirigir, e o pior é que estou fazendo fisioterapia por conta de um problema no quadril, e com certeza não vou poder continuar e vou ficar com dor na mama e no quadril. beijos iraci

Marina da Silva disse...

Oii Juliana,
Sou Marina da Silva e tenho um blog sobre o câncer de mama www.aatrocha.blog.uol.com.br
gostaria de publicar seu relato no blog. Gostei muito do seu relato sobre a mamotomia e gostaria de partilhá-lo publicando-o. Parabéns pela sinceridade e coragem de desmistificar um exame que muita gente, inclusive médicos, sabe direito o que é.Eu descobri vendo o jornal nacional e achei seu relato na internet.
Um abraço. Marina

Marina da Silva disse...

Oii Juliana,
Sou Marina da Silva e tenho um blog sobre o câncer de mama www.aatrocha.blog.uol.com.br
gostaria de publicar seu relato no blog. Gostei muito do seu relato sobre a mamotomia e gostaria de partilhá-lo publicando-o. Parabéns pela sinceridade e coragem de desmistificar um exame que muita gente, inclusive médicos, sabe direito o que é.Eu descobri vendo o jornal nacional e achei seu relato na internet.
Um abraço. Marina
email:
aatrocha@uol.com.br

Anônimo disse...

Nossa,amiga!!!!!
Me arrepiei em ler sua história.
Tbem vou fazer uma mamografia está semana estou apavorada,morrendo de medo estou até perdendo o sono....
Essa vida de mulher não é fácil né!!!!

abraços!!!!!!

Goreti

Anônimo disse...

Goreti, elas estão falando de "mamotomia", não mamografia.
Enfim, tenho que fazer a tal mamografia, minha médica disse que é um procedimento seguro que evita cirurgias desnecessárias ou exames protelatórios, como é o caso da core biópsia. Se a mamotomia der negativo, você não precisa se submeter à cirurgia, e não mais vai existir o nódulo, o que diminui o risco de ele desenvolver um câncer mais tarde.
Geralmente quando se pede a mamotomia, há um sério risco de que aquele nódulo seja um precursos de câncer, se não for o próprio. Assim, para que fazer uma simples core biópsia, se já podemos nos livrar do maldito trocinho suspeito. A dor é conseqüência de uma intervenção que pode salvar nossas vidas.

Juliana disse...

É verdade, Goretti, o relato é sobre a mamotomia. A mamografia é chata, relativamente dolorosa (depende também do tamanho das mamas) mas pelo menos o tempo de compressão é bastante curto. Não sei a data que postou, mas espero que tenha ido tudo bem no exame!

"Anônima", a mamotomia é uma espécie de "evolução" da core biópsia. Parece que é menos dolorosa também. Isso porque enquanto a estereotaxia digital é feita por um sistema de sucção a vácuo, a biópsia tradicional é feita com agulhas. (Algo semelhante, imagino, a uma câmara de tortura. Eu confesso que não me submeteria a um exame desses.) O problema é que nem todo lugar possui e nem todo convênio cobre a mamotomia, que é um procedimento caro.

Você disse "geralmente quando se pede a mamotomia, há um sério risco de que aquele nódulo seja um precursor de cãncer, se não for o próprio". Assim deveria ser. Espera-se que a mamotomia não seja indicada para investigar lesões benignas ou próprias do "envelhecimento". Para isso, é preciso que os exames e os laudos mamográficos sejam precisos e confiáveis. Caso contrário, o que acontece são exames desnecessários.
Abraços, Juliana.

Anônimo disse...

Trabalho com mamotomia há alguns anos, vejo muitos casos de mulheres jovens que fazem o exame e infelizmente tem seu diagnóstico confirmado como um cancer, o que se sente faz vc esquecer todo o resto, vc devia só agradecer a Deus, achei seu depoimento desencorajador mesmo depois de seu segundo depoimento, ainda creio que vc nao tem consciencia da importancia que esse exame tem na vida das pessoas. Ja conversei com muitas pessoas que fizeram o exame e nenhuma delas relataram que nem puderam levantar os braços durante algum tempo, pedimos isso por uma prevençao que nao haja sangramento uma vez que vc nao toma pontos e realmente nao fica com cicatriz, achei um exagero, e digo mais, a maioria das pessoas que vao realizar esse exame estao tao apavoradas com a possibilidade de um cancer que preferem nem saber como é o exame e mesmo assim explicamos (sem exageros) o que normalmente acontece, se o seu caso foi uma excessao por favor nao assuste ainda mais quem precisa realizar o exame. Vc ja parou pra pensar se vc voltasse depois de 6 meses e de b3 evoluisse para b5? Vc tb nao ficaria brava sabendo que perdeu tanto tempo? Pense nisso

Rose disse...

Olá!

Tenho 44 anos, fiz minha segunda mamotomia recentemente e fiquei mais de 01 hora com o seio sendo comprimido. Demorou muito até encontrarem o ponto certo, pois minha mama é pequena. Doeu muito, pois colocaram-na e tiram-na varias vezes do aparelho até acertarem o "ponto". Também fiquei 02 dias sem mexer o braço direito. Estou com hematomas e ainda não obtive o resultado.Espero que seja benigno.
Preocupação sempre há, mas não adianta se desesperar.
Há 08 anos atrás também fiz esse exame. Fiquei 2 horas com o seio comprimido, porém, naquela época (2001),fiz sentada. Não fiquei com hematomas, mas doeu muito. Deu benigno.
Esse exame é muito chato e desconfortável, mas é necessário. Só assim poderemos acabar primeiro com o inimigo (se ele existir)... antes que ele acabe com a gente.
Não fiquem com receio de realiza-lo. Vá com pensamento positivo.
Comente só com as pessoas que são próximas a você. Eu mesma só falei no serviço, e somente para os meus chefes, porque não tinha outro jeito. Mesmo assim as pessoas ficam querendo saber porque você ficou ausente aqueles dias (fiquei 4 dias de licença). O pior é quando ficam duvidando que por causa de "um exame" você tenha que ficar em casa de repouso. E tem mais, vão pesquisar na internet se esse exame realmente tem que ficar de repouso.
Em alguns sites dizem que não é necessario o repouso...ah tá bom!
Só quem já fez é que pode confirmar o que estou dizendo.
Espero que as pessoas que duvidem não tenham que realiza-lo, porque além de ficar com o seio doendo, inchado e com hematomas, vai ficar com a consciência muito pesada.

Boa sorte a todas que forem realizar esse exame!

Rose
Fev/2009

Anônimo disse...

Olá... Boa tarde!!!
Quando fui requisitada para fazer o exame mamotomia, fiquei curiosa e até com medo, por não sabia o procedimento.
Depois da busca pelo Google achei o seu relato "pessoal" e posso dizer que fikei indiganada pois, ao inves de vc ajudar pessoas que procuram uma busca para um tipo de resultado suspeito como o meu caso, fikei ainda mais com medo de fazer o exame, me senti APAVORADA pelos seus relatos, mas posso dizer que pra tirar uma duvida eu preferiria fazer esse exame do que passar mais tarde por uma cirurgia, por causa de uma suspeita que fikei com medo de fazer a mamotomia pelos seus relatos.
infelizmente o seu comentário não está ajudando, pois pessoas que tem leves suspeitas ou até mesmo o cancer não irão fazer o exame pela enorme dor que vc relatou.
Seu cometário foi inconveniente
Muito obrigada

Anônimo disse...

Olá Juliana,
Quando meu médico requisitou o exame de mamotomia procurei na internet saber mais sobre o assunto.
Considerei interessante seu relato pessoal, rico em detalhes e embora tenha me assustado um pouco, foi onde pude ter as respostas no que efetivamente procurava.
Procurei outros médicos na esperança de poder evitar esse exame, mas eles me convenceram que tinha de fazer.
Eu fiz a mamotomia e minha experiência foi completamente diferente da que você relatou. Eu somente senti o desconforto de ficar aproximadamente uma hora imóvel, mas em relação a dor eu não senti nada, como também não tive alterações nos dias que se sucederam.
Fiz questão de complementar o assunto com minha experiência, pois acredito que esse procedimento varia muito entre uma e outra paciente e por vezes se acaba sofrendo mais de véspera do que na realização da mamotomia.
Para as que ainda deverão fazer esse exame, espero que tenham a mesma sorte que eu tive.

Um Abraço

Maria Sandra

Marcia - Sao Paulo disse...

Juliana, como voce aos 35 anos tb encontraram nódulos e tive que me submeter a cirurgia onde retiraram aproximadamente 100 micro-nódulos. A conclusão foi a mesma. Hormonal e benigno.
Agora, aos 49 anos, detectaram um nódulo suspeito (BI-RADS4) e estou prestes a me submeter à mamotomia. Na entrevista, não me informaram sobre a sucção, compressão e dor (que voce relata muito bem).
Quero agradecer por isso, pois já vou preparada para o desconforto que vou sentir.
Bjs

Juliana disse...

Oi Maria Sandra! Que bom que correu tudo bem no seu exame!! O negócio é esse mesmo, cada história é um história. Acho positivo estar preparada para o que pode acontecer e sair satisfeita quando tudo vai bem! Fiquei muito feliz por você!

Oi Márcia!!
Faça o seu exame, vá tranquila porque o melhor de tudo é estar livre das dúvidas que certamente causam desconforto e angústia muito piores que os físicos! Torço para que o nódulo suspeito também seja do bem!!

Abraços a vocês,
Juliana.

Anônimo disse...

Prezadas,

Realizei o procedimento no Laboratório Lego - unidade Boa Vista. Muito tranquilo. Valeu o carinho da equipe médica, a segurança, fui informada passo a passo o que estava ocorrendo e o que estavam fazendo. Sem traumas. Aconselho à todas as mulheres que evitem realizar o procedimento no período pré menstrual haja vista os seios estarem mais sensíveis, do resto - não existe motivos para sentir medo.

Agradeço.

Andreia disse...

Cara Juliana

Ontem fiquei sabendo sobre a possibilidade de fazer este exame a mamotomia e perguntei a minha medica que me relatou de uma forma bem normal , pois eu fiz a 1ºmamografia a exato 6meses atras e ela me disse que se eu fosse ficar grilada que procura-se um mastologista mas q eu poderia esperar para repetir até no laudo vem isso "REPETIR DAQUI A 6 MESES..."e ai sim tomar providencias , então esperei os 6 meses e ca estou para fazer outra mamografia peguei a guia vou marcar na proxima semana , algumas amigas que são da area de saúde desconheciam este procedimento, então fui buscar aqui na net e achei seu relato . Olha sua experiencia foi traumatica , mas ñ podemos gerneralizar pq mesmo que doi ou é desconfortavel e constrangedor é um jeito certo de achar essa maldita doença o que vc podia ter feito era espereado os 6meses seu medico podia ter te esclarecido melhor eu fui fazer minha 1ªmamo pq relatei q estava sentindo uma dor no seio estranha e mt sensibilidade nos bicos então ela pediu mas tinha me dito que eu ñ precisasse da mamo só que como fiz 35 este ano e reclamando do meu seio pq ñ fazer logo a 1ªsobre os procedimentos de um exame sempre saberemos melhor qd nós formos fazer ja reparei isto e faz parte da vida termos situações boas e ruins para contar , não fique com raiva se sinta feliz de passar por tudo isso e não obter um resultado positivo de CA pq pra mim sim ficaria com raiva do mundo enfim eu tenho esta possibilidade e qd li seu relato chorei e pensei em o que será de mim se tiver algo errado e c/ certeza farei a mamotomia se aparecer alguma coisa suspeita pq quero viver muito e se esta é a unica forma eu vou encarar . Ja fiz duas retiradas de cistos nos ovários e do procedimento +antigo ou seja abri a barriga igual a cezaraina pra tirar cistos grandes e ñ um bebe... isso é traumatico na vida de uma mulher e isso tudo pq ñ tinha grana pra pagar uma videoparaloscopia , a grana so dava pra este e fui até pq na 2ª vez assim q me abriram o cisto estorou e foi um corre corre pq a gt fica presa a maca igual a cristo de braços abertos mais mt bem presos e sendo sacudida e sem poder sair dali... confesso q fiquei numa angustia pq estando ali e sequer alguém me respondia pq eu vi td acontecer e ninguém falava comigo apenas o anestesista dizia fique calma que esta td sob controle e que controle e eu não podia fazer nada , agora estou casada tenho um plano pelo meu marido e agradeço ter esta opção . Juliana se vc teve esta má experiencia eu sinto muito mas cada é de um jeito e doendo ou ñ temos que correr atras para nos anteciparmos se podemos o fantasma e a penigrinações que se tem qd temos o diagnostco positivo de CA pra mim sim isso é MUITO MUITO RUIM , mas ñ estou dizendo que vc ta errada foi sua experiencia e com um resultado maravilhoso pq vc não tem nada , minha sogra faleceu de CA de mama este ano e pode ter certeza isso sim é traumatico e da revolta pq a gt nada pode fazer a não ser de ter a certeza q qd se detecta isso num estagio avançado temos somente de aproveitar a pessoa pq ela ñ vai ficar aqui por mt tempo infelizmente.

Abraços

Anônimo disse...

Fiz a mamotomia nesta semana (janeiro de 2010). Tive sangramento e fiquei com um hematoma grande, mas não senti dor. A posição é incômoda e passado o efeito da anestesia, senti um pouco de dor, mas tomei o analgésico. Agora, estou na expectativa do resultado. Fui preparada para sentir dor e para mim, também foi tranquilo. Aliás, já estou me acostumando à dor na mamografia, já que tenho que fazer a cada 6 meses (por histórico familiar e BI-RADS 4).

Obrigada,

Luciana de Lima disse...

Boa tarde Ju, ontem fui toda feliz fazer uma mamotomia, após dois anos onde realizei uma cirurgia para retirada das famosas lesões, e o mais triste é que saí com a sua mesma sensação de dor e indignação, não existe prepaparo com informações digamos " humanizadas" me sentí invadida e a dor aqual fui submetida é tal qual arrancar o mal pela raíz. Não existe uma anestesia mais eficiênte? Não existe informações? Não existe humanização na medicina?
Um forte abraço Luciana de João Pessoa/PB.

Eni disse...

Oi gente, realizei a mamotomia guiada por mamografia ontem, pois tinha microcalcificações de nível 4, confesso que fui com muito medo, mas foi tranquilo, é super desconfortável, mas dá pra aguentar. Gostaria de encorajar as mulheres que precisam fazer e estão com medo, pra mim a mamografia é muito pior!
bjs

Gianna disse...

Oi,estive esta semana no hospital para fazer a mamotomia e também não sabia dos detalhes. Ao iniciar o procedimento comecei a fazer perguntas e quando soube dos detalhes comecei a ficar impressionada e passei mal. O próprio médico me desencorajou, pois percebeu que teria problemas durante o procedimento. Disse para eu conversar com o meu médico para resolver de outra forma. Resumindo, não fiz o exame, não vou fazer e vou na próxima semana consultar mais dois médicos.Esse exame não é indicado para todas as pessoas, algumas são mais tranquilas, outras, simplismente não dão conta do recado. É como Ressonância Magnética, tem gente que passa mal, eu quase durmo. tem gente que vai ao dentista e prefere a dor do que tomar anestesia. Cada um é de um jeito e é preciso respeitar o limite de cada um. Concordo plenamente com você,o paciente tem o direito de ser informado sobre o vai enfrentar e as clínicas e hospitais deveriam ser obrigadas a dar essa informação mesmo quando ela não é solicitada. Ainda bem que deu tudo certo com vc, espero que dê tudo certo comigo também. Deus me livre!

Anônimo disse...

Ontem fiz a terceira ultrassonografia da mama BI-RADS4.O médico pediu uma mamotomia e muito curiosa resolvi pesquisar no google. Encontrei o seu blog e confesso que estou tremendo. Vou pedir ao meu médico que solicite biopcia tradicional.
Obrigada!

Juliana disse...

Cara visitante anônima que postou sua mensagem no dia 14/7,

Fiquei preocupada com seu comentário. Se você tem uma indicação precisa para fazer uma biópsia, não vejo porque optar pela convencional, que é muito mais invasiva e arriscada do que o exame de mamotomia.

Não sei se você chegou a ler todos os comentários que fizeram a este texto. As experiências são bem diversas e muita gente tem um exame muito tranquilo. A minha queixa não era simplesmente ao incômodo que sofri no exame, mas sobretudo à falta de informação que gerou expectativas completamente equivocadas.

Converse bem com seu médico, pois assim tenho certeza que poderão tomar a melhor e mais sensata decisão.

Um grande abraço e boa sorte. Que o resultado do seu exame seja bem favorável e tranquilo.

Juliana.

Carla disse...

Olá,

meu nome é Carla e tenho 44 anos. Fiz uma mamografia há 6 meses e, após repetí-la agora, meu médico solicitou a Mamotomia.

Vou fazê-la dia 15/10/2010.

Gostei de ler os relatos, mas independente de dor e de hematomas, minha preocupação
é com o resultado.

Quando puder, divulgarei minha experiência com o exame.
Abraços a todas

Anônimo disse...

Boa noite,

Minha enteada precisa fazer este exame de mamotomia egostei muito do blog, preciso de ajuda para saber onde faz no Rio de Janeiro, se alguém souber por favor me indique. Obrigada

Anônimo disse...

Olá Juliana,

Te achei buscando informações sobre a mamotomia... nossa, me identifiquei muito pois fiz este exame esta semana e concordo em tudo o que disse.
A total falta de informações sobre os possíveis desconfortos após o exame, o médico atingiu uma grande e importante veia arterial formando um enorme hematoma necessitando nova anestesia para drenagem. Chegando em casa já com muita dor e sem conseguir me mexer tive que ser atendida pelo meu mastologista (o médico que fez a mamotomia me disse que nada poderia fazer, que eu ligasse para o meu médico...) pois poderia ser cirúrgico por terem atingido esta grande veia da região mamária...
Muito transtorno, exame super desconfortável e dolorido.
Não precisei de cirurgia, foi feito um novo curativo e agora estou com este hematoma e cheia de furos das agulhas das anestesias, da mamotomia...
Fiquei a tarde inteira fazendo este exame, perdi muito sangue, muita desinformação e pasmem, pois acontece até nos melhores laboratórios de São Paulo...
Ainda não tenho resultados, no meu caso são micro calcificações de grau 4.
Boa sorte para vc, Regina

Anônimo disse...

Querida Juliana, encontrei seu blog como outras, procurando info sobre mamotomia no Brasil pois q tambem foram encontradas microcalcificações nivel 4 A em um de meus seios. Moro nos EUA e nao possuo plano de saude la. Por isso, qdo venho ao Brasil aproveito pra fazer meus exames de rotina. Ia fazer a momotomia mas depois de ler um pouco sobre o procedimento, resolvi encontrar a medica pra obter info especificas e nao gostei do q ouvi. Ainda bem, a medica foi muito gentil e generosa, me dedicou quase meia hora explicando. Nao gostei de saber q ela introduz uma agulha e atraves desta tira uma chapa de dentro, dai vai revelar enquanto eu aguardo com a agulha dentro... depois, se necessario, tira outra chapa.... ate localizar onde vai ser retirado o material.... tambem nao gostei de saber q eu fico sentada, aguardando, com a agulha... vou acabar desmaiando, o q seria terrivel.... Tambem nao gostei de saber q ela coloca um clip no meu seio pra determinar o local de onde foi retirado o material... sera q todos fazem assim???? Nao estou gostando nada disso. Estou pensando em voltar pros EUA sem realizar isso. O preço e otimo comparado com os EUA, mas tenho medo de erros medicos, complicações e transtornos como os q vc comentou. Nao sei, estou muito apreensiva e em duvida. Acho q vou acabar fazendo nos EUA na esperança de q la, os medicos sejam melhores e com ajuda de technologia mais avançada, o risco de problemas e transtornos seja eliminada... quem sabe. Muito grata pelas suas informações e desejo te tudo de melhor.

Juliana disse...

Oi, Regina! Espero que jah esteja melhor, que tudo esteja bem com voce!!

Cara visitante anonima, pelo que entendi a explicação que voce recebeu se refere a um procedimento chamado de 'core biopsia', que faz uso de agulhas e pelo que soube eh um pouco mais chato do que a mamotomia, atraves da qual a retirada do material suspeito eh feita por sucçao a vacuo e nao por aspiraçao com agulha.
Creio que aqui no Brasil hah clinicas bem equipadas e profissionais bastante experientes, basta saber se existem na cidade em que estah.
Desejos de que faça uma escolha bem consciente e que tudo d^^e certo para voc~^e (estou com problemas com os acentos do teclado).
Grande abraço, Juliana.

Anônimo disse...

Minha primeira mamografia aos 37 anos: não deu nada mas a ultrassonografia acusou nódulo sólido minúsculo (0,17 X 0,34mm) categoria bi-rads 2, ambos laudados pelo mesmo médico pois fiz no mesmo dia na mesma clínica. À mastologista,perguntei-lhe se nódulo sólido poderia sumir, ela disse que não e que eu retornasse em 6 meses. Posto isso já perguntei se já não era melhor tirá-lo enquanto pequeno, já que a sua evolução ou não seria sempre um mistério. Ela me propôs a mamotomia guiada por ultrassonografia. Sinceramente não estava preocupada com dor, hematoma, nada, a não ser tirar logo esse pequenino nódulo mesmo benigno, por isso a mastologista se limitou a dizer que esse procedimento tiraria o nódulo e mais algumas amostras ao redor (fiquei um pouco assustada, mas aceitei pois já teria o nódulo tirado, diferentemente de qualquer punção). Iniciado o procedimento pela doutora radiologista, não senti absolutamente NADA, nem as duas injeções de anestesia ( e olha que eu sou manhosa para dor!). O grande porém, foi que quando o procedimento terminou, fui realizar uma mamografia da mama em questão e fiquei um pouco surpresa com isso e perguntei o porquê, a resposta me fez ficar LOUCA até agora, LOUCA E LOUCA de dúvida: "quando é colocado clipe, tira-se uma mamografia". Ora, infelizmente tem pouco artigo sobre mamotomia na net e os havia pesquisado antes do procedimento, e lembrava que quando a lesão era suspeita se colocava clip para guiar o cirurgião em eventual cirurgia. Por isso fiquei louca e falei na hora "Mas ninguém me falou nada que ia ser colocado um clipe!". A doutora radiologista na hora disse que quando a lesão é totalmente removida coloca-se clipe para controles posteriores. Estou ansiosa no aguardo da minha consulta à mastologista e só vou pegar o resultado da biópsia imediatamente antes de tanto medo que eu estou da médica radiologista ter colhido o nódulo e suspeitado de malignidade e resolvido colocar o clip.
POR ISSO ESCREVO AQUI CONCORDANDO COM A AUTORA DO BLOG: CUSTAVA TEREM ME FALADO ANTES DE TOCAREM EM MIM, ANTES DE VEREM QUALQUER EXAME ANTES DO PROCEDIMENTO E PRINCIPALMENTE ANTES DE COLOCAREM O CLIP QUE ISSO IA SER FEITO? ASSIM EU NÃO IA ESTAR LOUCA E PARANÓICA COMO ESTOU AGORA POIS EU NAO ACREDITEI NA MEDICA RADIOLOGISTA. Se eu não soubesse que ia ser coletado vários fragmentos além do nódulo, eu ia ter ficado apavorada com os que vi nos diversos vidrinhos quando levantei da maca, mas como eu sabia que era procedimento da mamotomia, fiquei tranquila. Se soubesse que era procedimento padrão colocarem o clip de titânio quando removessem completamente a lesão, eu não ia estar nem um pouco preocupada! PECARAM COMIGO e isso custa MUITO SOFRIMENTO, MUITA ANGÚSTIA.

Anônimo disse...

Juliana,

Vc não passa de uma garota fútil e mimada que não sabe o que é dor ou sofrimento.

É melhor vc procurar o que fazer para ocupar o seu tempo de forma mais produtiva ao invés de ficar fazendo drama por uma dorzinha de nada e que serve para salvar tantas vidas!!

Cresce garota!!!

Aline disse...

Ola gente. Meu nome é Aline tenho 28 anos e acreditem, já tive que fazer biopsia guiada por ecografia e essa semana fiz uma mamotomia guiada por ressonancia. essa mamotomia custou muito mais do que uma mamotomia por US, mas achei bem tranquila. Nao tomei nenhum analgesico depois do procedimento e voltei pro trabalho dirigindo. comparando com a core biopsia, essa mamotomia me assustou bem menos, porque pela core da pra gente ouvir os disparos feitos para coleta de material. Na mamotomia guiada por ressonancia tem o desconforto de ter que ficar parada uns 40 minutos, por causa da ressonancia, mas mesmo assim não me assustei muito. Infelizmente nao é acessivel devido ao alto custo, e pelo que eu sei nao tem em nenhum hospital publico do país. serve como opçao em relaçao a mamotomia comum. Obs: Devido a minha idade meus nodulos nao aparecem em mamografias, por isso tenho que fazer esses procedimentos mais caros.A punçao e a core biopsia nao detectaram meu cancer de mama, que só foi diagnosticado após a cirurgia.Ass: Aline

Vania disse...

Ola juliana,discordo de vc quanto ao sofrimento na mamotomia.Fui submetida a este procedimento ontem e devo dizer que e quase indolor. A compressao nas mamas e bem mAis suave que na mamografia e se sente apenes uma leve picada da agulha. A medica foi super gentil e me explicava cada passo que estava sendo dado. Devo dizer que cheguei na clinica aterrorizada com o seu relato, procurei um outro medico que manteve o pedido e fiquei 5 noites dormindo a base de Stilnox, Ainda mais que tinha que fazer nas 2 mamas. cheguei ate a penasr em desistir.Depois do exame que durou cerca de uma hora para as 2 mamas, fui aconselhada a colocar muita compressa de gelo nas 12 horas seguintes e tomar um tylenol em caso de dor. Segui a risca as recomendacoes e hoje ao tomar banho e retirar o curativo per ebi que nem roxa eu fique.e tenho a pele clarissima. Senti apenas um leve incomodo de peso nas mamas e hoje ate ja fui ao banco e passei o dia no computador. Quem precisar fazer este tipo de exame, va sem medo, pois e quase indolor. Aind no tenho o resultado, mas estou confiante que sera bom.

Eliane disse...

Passei ontem (25/07/2011) por uma mamotomia guiada por estereotaxia. Estava com muito medo, mas, graças a Deus, correu tudo bem. O médico e a assistente foram (como tb relatou a Vânia no comentário anterior) muito gentis, me acalmando e explicando cada passo do procedimento. A compressão foi muito menor que a da mamografia, e senti apenas a picada da anestesia. Não tive sangramento, nem hematomas, graças a Deus. Senti um pouco de dor ao passar o efeito da anestesia, a mama um pouco pesada, mas é só tomar Tylenol e o desconforto passa.
O importante é que o nódulo foi completamente removido e, com a graça de Deus, espero que a biopsia mostre que não era nada.

Boa sorte e saúde para todas.

Eliane disse...

Juliana e meninas, complementando meu comentário anterior, recebi hoje (02/08/2011) o resultado da minha biópsia e, para minha felicidade e gratidão a Deus, o nódulo era benigno.
Faço votos de que todas que passarem por aqui tenham a mesma sorte que eu tive: procedimentos tranquilos e diagnósticos felizes.
Fiquem todas com Deus.

magda disse...

Bom, ontem, 12/09/2011 "sofri" a mamotomia. Foi durant 1h30 por que o médico precisou de duas incisões em dois pontos diferentes para retirada dos tecidos calcificados. Apesar do calibre da agulha do aparelho voce não sente nada. O pior do procedimento é a anestesia que é ardida.Eu fui preparada. Saí fortemente enfaixada e antes mesmo que passasse o efeito da anestesia tomei nimesulida, antiinflamatório e analgésico, que devo seguir tomando a semana inteira, de 6/6hs nas primeiras 24 hs e depois 12/12. Sofrido sim, dependendo do sentimento pessoal de cada um. Mas nada como o descriti acima. Para dormir é complicado no primeio dia. Tem que ficar sentada inclinada, não dá para deitar, se não, dói. Pelo menos no meu caso. Consultem este site:http://www.multimagem.med.br/exame.cfm?idExame=5. explica direitinho o procedimento. Agora, aguardo o resultado. Beijos e fiquemos com Deus.

magda disse...

http://www.multimagem.med.br/exame.cfm?idExame=5 este site explica o procedimento inteiro. Fiz ontem a mamotomia e digo que o mais icomodo é a anestesia que é ardida e a posição que voce fica. No meu caso 1h30 por que teve que ser 2 incisões. Mas o médico e as assistentes muito atenciosas. Saí enfaixada e para dornir incomoda deitar, tendo que ficar levemente inclinada, quase sentada. Antes de passar o efeito da anestesia já tomei nimesulida - 6/6hs nas primeiras 24hs e a cada 12hs nos próximos 5 dias. Aguardo o resultado. Fiquem com Deus.

Anônimo disse...

Boa Tarde,
Fiz uma mamotomia no meio seio esquerdo, Estava com muito medo, pois le em varios lugares que o procedimento doia muito, mas Graças a meu Bom Deus eu NAO SENTI NADA!
eu saí de lá da mesma forma que entrei, apenas a noite qdo fui tomar banho senti o meu peito pesado, acho que e do procedimento, tambem foi colocado um clip em mim. Nâo saiu ainda o resultado da biopsia, mas creio que Deus na sua bondade, ira + uma vez me abençoar,
Tinha que deixar meu comentario.
bjs a todos

Anônimo disse...

Oi fiz a mamotomia ontem foi muito tranquilo,durou uns 20-30 minutos e eu me senti muito bem após o procedimento sem dor e sem limitações para mexer o braço; sim é um exame desconfortavel e tem uns momentos doloridos (as compressoes iniciais tipo mamografia,a anestesia, senti a agulha daí meu medico deu mais anestesia e foi ótimo pq depois eu nao senti mais nada). esse blog foi o terceiro resultado no google quando procurei por mamotomia, então penso que muitas mulheres passarão por aqui, e como eu podem ficar apavoradas, informaçao é importante desde que vc saiba o que vai fazer com ela. O relato da autora é só a experiencia dela, e não pode generalizar...Tudo de bom pra quem passar(ou passou) por aqui

Anônimo disse...

Olá Juliana,
O resultado de minha mamografia deu Bi-Rads-4. Já estou sabendo que existe apenas 20% de change de ser maligno. O meu exame de mamografia já foi um filme de terror... senti muita dor, a ponto de chorar... estou decidindo se faço ou não a mamotomia... tenho medo de passar por sofrimento desnecessário com esse exame... Também penso muito em Deus... e sei que Ele não vai me desamparar, não acontecerá nada que não seja permitido por Ele...

Bjo grande no seu coração
Debora

Roseli disse...

Pessoal, tenho 52 anos e já me submeti a 2 mamotomias, uma em 2004resultado satisfatório, e uma realizada em 21/06/2012 devido a microcalcificacoes, ainda aguardo o resultado e no fundo do meu coracao espero que seja satisfatorio, nao tenho caso na familia. Quanto a mamomotomia foi tranquila, sangrou, fiz sentada, e lógica tem o inconveniente da mama ficar prensada mas e dai o que importa é o resultado,e no outro dia estava trabahando, o outro grave problema é que meu convenio nao cobre, isto porque é Sul america, fiz em uma
clinica de ponta em Sao Paulo na regiao da Av. Paulista

Anônimo disse...

Olá, eu me submeti a esse exame ontem. O q eu senti foi só a agulha penetrando e um pouco de dor. Hoje já estou bem melhor, depois de tirar a facha estou c o sutien q o médico falou q teria q usar durante 10 dias. Se Deus quiser o resultado vai ser negativo. Abçs.

Anônimo disse...

Olá! Tenho 21 anos e me submeti à mamotomia nesta segunda e terça-feira... Estava muito assustada com os relatos das minhas conhecidas que já haviam se submetido ao procedimento, me disseram até que não davam nenhuma anestesia!!Fiquei apavorada! Graças a Deus na hora não senti absolutamente nenhuma dor, apenas a pressão da agulha sendo empurrada...minha mama tbm não foi comprimida. Saí enfaixada com bolsa de gelo no local e no dia seguinte já estava bem, só com a recomendação de não fazer esforços físicos, tomar o analgésico que o médico prescreveu e passar cataflam gel no local. Com fé em Deus o resultado da biópsia será benigno!!

Anônimo disse...

Olá! tenho 38 anos e Fiz, uma Mamotomia no dia 19/10/2012, depois de ter feito uma mamografia e ter aparecido microcalcificações agrupada , Birad-s 4, na mama esquerda,Fiquei c/medo de fazer o exame de mamotomia devido a experiência da Juliana, mas... acreditem foi mto mais tranquilo do que a mamografia, concordo q é a posição é desconfortável, pois é preciso ficar de bruço, a maca é dura e a mama fica num orificio q tem na maca, não senti qse dor, a não ser uma picada da anestesia q é local, e a médica e auxiliar foram mto atenciosas comigo, falando o que iam fazendo, por fim... fizeram um curativo, enfaixaram, me deram um analgésico, peguei 01 dia de atestado, mas... voltei p/o trabalho, mas... não é recomendado, só voltei, porque estava tranquila, a mama ficou um pouco sensível no dia, passado 24 hs ao procedimento tirei a faixa e o curativo, ficou só um pouco amarelo (qse nada) e o sinal da picada da agulha. Agora é só esperar o resultado, que sai na semana que vem, e estou confiante, que se Deus quiser, não vai ser nada. Por isso... se tiverem que fazer, façam sem medo.
Abraços.

Anônimo disse...

Juliana, acabei de realizar este exame. É um tanto incomodo, foi necessário anestesiar 2 vezes. Mas como já mencionado é menos indolor que a mamografia. Foi colocado o clip, ainda não entendi bem. Vou conversar com o meu médico. Mas algo que ajudou foi a atenção e cuidado do médico, excelente. Apaga tudo isso, e bola frente. Somos fortes e tudo passa. Tenta ver o lado bom disso. Fique com Deus. Fátima SP

Drica disse...

Fiz a Mamotomia essa semana na quarta
feira dia 24 de abril de 2013 e Graças a Deus ocorreu tudo bem. Foi bem tranquilo, isso porque estava com cistos inflamados. Foi rápido e do jeito que o mastologista havia dito.
Após o exame não senti dor, e depois que passou o efeito da anestesia fica muito pouco dolorido o local que foi biopsiado e tomei um analgésico.
Na minha opinião acho que depende de alguns fatores tais como: O lugar que será feito a biópsia, a confiância no médico, o fator emocional controlado como o medo e
a ansiedade, levando em conta que cada pessoa é uma, que cada organismo reage de uma outra forma.
Independente do exame que tem que ser realizado, sempre tem que ser feito, pois se tivermos algum diagnóstico ruim há tempo de termos chances de obter a cura. A Experiência de cada indivíduo é única. E o mais importante é termos Fé. Fico no aguardo do resultado da biópsia que vai demorar uns 15 dias. Espero ter ajudado algumas pessoas que irão se submeter a esse exame de Mamotomia. Boa Sorte a todos e Fiquem com Deus!

Adriana - Campinas SP.

Música_CPII_Humaitá disse...

Queridas, hoje fiz uma mamotomia e foi super tranquilo. Estou seguindo as orientações de compressa de gelo e não sinto nenhuma dor. O exame é uma das maneiras mais modernas de detção do câncer e é recomendado para lesões biorads 4. Graças a Deus ela vem salvando vidas. Um diagnóstico precoce é fundamental para a cura do câncer. Por isso encorajo atoada mulher a fazê-lo caso assim seja indicado por seu mastologista. Nada de pânico. Boa sorte a todas!

Marya disse...

Queridas, semana passada fiz uma mamotomia,correu tudo de acordo com muitos relatos que havia lido aqui.Meu resultado deve chegar na semana que faço meus 50 anos mas estou confiante, já se passou uma semana que fiz, mas, meu seio ainda esta com hematomas e meio duro por dentro, foi assim com vocês? Aqui no Rio fiz meu exame particular, não tenho convênio, me custou o valor de 2.350,00

Anônimo disse...

Não é possível fazer com anestesia geral para evitar a dor de compressão do seio?

Anônimo disse...

Não é possível fazer com anestesia geral nem em casos em que a paciente sente muita dor da compressão do seio?

Mara disse...

Marya, fiz a mamotomia no inicio de Maio e ainda estou em processo de cicatrização. Esta parte dura vai desaparecendo, hoje (11/08/2013) está bem menor.Tive muitas dores na recuperação devido a vascularização (conforme mastologista informou), mas logo melhorou.Como ainda tenho mais 04 nodulos, sendo que um deles foi descoberto no momento da mamotomia (total então eram 05), volto em setembro para definir a retirada dos outros. Como tenho casos de cancer na familia e meus nódulos são vascularizados, retirarei todos. Os meus em pouco espaço de tempo (03 meses)aumentaram de 03 para 05.
Fica tranquila que a parte dura vai sumindo e o local da incisão desaparece quase que por completo.

Edna Paula disse...

Você descreveu exatamente o que eu passei.Parecia que eu estava lendo a minha história.Com uma diferença, eu estou com um clips de titânio, onde foi feito a incisão caso seja necessário uma cirurgia.
Me senti usada da mesma forma.
Foi o pior exame da minha vida.
A recomendação é que esse exame seja repetido daqui seis meses.
Na boa, não tenho certeza se terei coragem para fazê-lo. Até hoje me revolto só de pensar em todo o procedimento.

Anônimo disse...

Oi Juliana,fui submetida a uma core biópsia`à 11 dias.Era necessário ser submetida a uma investigação,porém tenho a mesma queixa sua em relação a falta de preparo e informação.Foi tudo muito doloroso,desde a compressão,anestesia, pistoladas e enfaixamento.Ninguém informou que não poderia dirigir ou movimentar o braço depois do procedimento,que não era um procedimento tão simples e que teria que ter alguns cuidados.Apareceram áreas endurecidas que não sei se é normal.espero o resultado esta semana.Confiante que vou estar bem.Abraços.

Lília Viana disse...

Olá, vi o que você escreveu sobre a biopsia com agulha em resposta a um comentário. O que vc disse foi: "Isso porque enquanto a estereotaxia digital é feita por um sistema de sucção a vácuo, a biópsia tradicional é feita com agulhas. (Algo semelhante, imagino, a uma câmara de tortura. Eu confesso que não me submeteria a um exame desses.)"
Bom, queria deixar minha experiência: não sei como é a core biopsia guiada pela mamografia (portanto não me atrevo a dizer nada a respeito), mas ontem realizei a core biopsia guiada por ecografia e não doeu nadinha. O barulho da pistola não foi assustador. A médica disse que o meu nódulo era muito duro, então ela forçava muito pra agulha entrar nele, chegou até a fazer careta. Mesmo assim não senti nada. Até agora também não estou sentindo nada. Então ta aí uma história de core biopsia bem realizada e indolor. Sei que algumas mulheres podem sentir muita dor, mas também há casos, como o meu, em que não sentimos nada.
Então mulherada, sei que não resistimos e ficamos pesquisando casos de pessoas que realizaram esses exames pra saber como é, mas não se desesperem! Como disse a autora do blog, ela apenas está relatando o que ela passou. Estou dando minha contribuição e relatando o que passei também.
Um abraço!

Anônimo disse...

Tenho 46 anos e há uma semana fiz minha primeira mamotomia em ambas as mamas, realmente é um exame desagradável, senti dor em uma das mamas, fiquei com hematomas, fiz repouso de 3 dias e agora estou aguardando o resultado do exame. É importante que as pessoas tenham consciência de que é um exame necessário para se detectar um possível cancer. É uma dor suportável, não tenham medo. Fiquei ansiosa, mas quando chegou a hora procurei ficar o mais tranquila possível e mesmo sentindo dor, aguentei porque sabia que estava ali para o meu próprio bem.

Anônimo disse...

Oi Juliana, acabei de fazer mamotomia guiada por esteotaxia, li seu relato antes e fui preparada para o pior, porém tive sorte, o médico explicou exatamente como ia ser e o que estava fazendo durante o exame, só senti a picada e um ardor qdo a anestesia foi aplicada, de resto não senti mais nada... Foi acima das minhas expectativas, já estou em casa fazendo gelo de 4 em 4 horas e sem dor até o momento. Passou... Apesar de tudo estou aliviada e feliz!!! Foi muito tranquilo pra mim!

Sueli Acacio disse...

Bom dia

Quero deixar aqui meu relato referente ao laboratório UCD, quando meu médico solicitou um exame de mamotomia ,fui pesquisar na internet e pelos relatos ninguém tem condições de realizar.
Desde o primeiro momento que entrei em contato com o laboratório UCD fui muito bem atendida pela Camila que me tranquilizou sobre o exame, ao chegar na clinica fui também atendida pela mesma, muito simpática, continuando me tranquilizando, vocês tem uma excelente profissional.
O exame foi realizado dia 23/01/2014, pelo Dro. Diogo médico usado por Deus, que ser médico tenho certeza que e isso ,deixar a paciente bem tranquila, explicando muito bem tudo que ia ser realizado e com uma atenção fora do comum, não senti nada de dor no procedimento após sinto apenas um desconforto mas nada de dor, não tive hematomas.
Quero agradecer a DEUS por ter enviado este laboratório e estes profissionais que com certeza, terá tudo de maravilhoso em sua carreira.

Deus abençoe a todos.

Sueli Acacio

Anônimo disse...

Olá,
Ácabei de passar por uma mamotomia pois fiz a mamografia e a escala de BRADS foi 4b.Tenho 44 anos e sempre me cuidei,mas dessa vez levei um susto ao receber o resultado do exame.Tenho 44 anos e meu relato é o contrário.Fui muito bem esclarecida sobre o exame e também não senti dor.Só a anestesia incomodou um pouco.Estou aguardando ainda o resultado da biosia.Meu médico me tranquilizou, pois pela imagem ele acha muito pouco provável que seja malígno.Dou graças a Deus por ter feito o exame.Tenho horror a cirurgias e a tecnologia do exame pode pouparnos de maiores traumas.
Agora, é só ter fé e aguardar o resultado.
Por isso queria deixar claro aqui que cada pessoa tem uma reação, quem está lendo,não generalize.Com certeza, a mamotomia é um execelente ferramenta no diagnóstico do cancer de mama.